E se Bill Gates fosse gestor de pessoas?

Você sabia que o Brasileiro leva 1 hora para produzir o que americano faz em 15 minutos?

Ou seja: mesmo nas empresas mais produtivas do brasil, seria necessário apenas ¼ da força de trabalho.

E esses números pioram ainda mais em empresas pequenas e médias. 

Existe grande chance que sua empresa consiga entregar 4x mais resultados, ao descobrir o que Bill Gates faria de diferente na Gestão de Pessoas nesse post.

Mas porquê existe essa diferença toda de produtividade?

O problema é que hoje, mesmo com diversas metodologias de gestão parece não existir solução para mudar essa realidade.

Mesmo com pesquisas de satisfação e feedback, palestras de motivação e mimos para o time, ainda assim você fica com a sensação de que sua empresa ainda não entregou tudo que poderia, certo?

Ou então você vai além, contrata mais pessoas, investe em novas ferramentas de gestão…

E nada muda, você percebe que o esforço não atendeu as expectativas de retorno esperadas, e consequentemente, o crescimento que você tinha projetado foi por água abaixo.

O pior é que além de não ser tão efetivo quanto esperado, o sentimento de que não foi possível extrair nem mesmo aprendizados é quase sempre presente.

Depois de várias tentativas, uma coisa é comum: O sonho de se tornar um grande player do segmento se torna distante.

Aquele investimento em uma inovação revolucionária é postergado, o aumento dos lucros não segue o previsto, e a as longas horas de trabalho e dedicação ao negócio ficam cada vez mais estressantes e infrutíferas.

Isso só para citar o que você esperava, e perdeu. Sem falar todas as coisas magníficas advindas do crescimento do seu negócio que você ainda não experimentou.

Mas, nada disso até agora foi sua culpa.

Não fomos ensinados com as técnicas certas para gerir empresas e pessoas, não fomos ensinados com base no que fazem os astros do mundo dos negócios, como Bill Gates.

No máximo, algumas lições de marketing, finanças, atendimento… Nada inovador ou difícil de ser executado.

Se esquecem do principal fator de falência de empresas e falta de resultados: Gestão de pessoas.

O problema é: Se existe alguém que cuida de gestão de pessoas na sua empresa, falta a ela um fator simples, mas que muda completamente a maneira de enxergar a empresa e as ações estratégicas para melhorar a performance do time.

Logo mais irei explicar.

Não importa a área de atuação, Bill Gates sempre tem alguns princípios em mente. 

Um deles, o de sempre obter indicadores dos setores da empresa.

Ele ressaltava a importância de entender todos os processos da empresa para estar sempre bem informado, perto dos funcionários e por dentro de tudo que se passa.

Para ele, entender o time e as pessoas envolvidas em cada setor da empresa era a diferença fundamental entre decolar a empresa ou ficar preso ao chão.

E você pode se perguntar… “Como obter esses dados do meu time de maneira aplicável e simplificada?”

Bill recebia essa mesma pergunta frequentemente, e em quase todas respondia de forma simples: Dados.

“As pessoas precisam se livrar da noção de que informação é difícil de conseguir.” – Disse.

Essa é a grande sacada de um dos maiores líderes que o mundo já viu.

Dados consistentes, do comportamental à saúde emocional do seu time, que tragam direcionamentos embasados para estratégia de negócios.

Mas provavelmente nunca te disseram que isso era relevante a esse ponto.

Ou ainda, você não faz idéia da ferramenta que pode usar para obter esses dados tão relevantes para o crescimento do seu negócio.

Só que não precisa ser assim para sempre.

A boa notícia é: várias empresas já destravaram e decolaram a partir desse mesmo princípio, com o Cérebro Empresarial.

Te falo isso, com essa confiança, porque ao implementar o Cérebro Empresarial, essas empresas conseguem:

  • Entender exatamente qual o fator mais significativo da mente das pessoas do time para o sucesso da empresa.
  • Saber pragmaticamente o que precisam fazer para solucionar as dores de gestão de pessoas enfrentadas atualmente.
  • Conhecer talentos ocultos das pessoas da empresa e posicionar cada pessoa no papel exato para a sua máxima performance.

Agora, você pode pensar: “Eu já vi algo parecido com isso antes e me decepcionei. Por que eu deveria confiar em você?”

Essa é uma boa pergunta. Eu me perguntaria isso também. 

Então: quem somos nós? Quem é a Mindthru? 

Nós somos a empresa que, a partir do Cérebro Empresarial:

  • Aumentou em 38% o faturamento de uma distribuidora de médio porte.
  • Economizou R$44.000 em contratação com realocação interna para um escritório contábil.
  • Realizou o diagnóstico em saúde mental da equipe de 51 empresas de todo Brasil, apenas em abril.

Como o “Cérebro Empresarial” chega nesses resultados? 

Começamos desconstruindo o que você pensa até agora sobre fatores que influenciam no rendimento de uma pessoa.

Metodologias tradicionais de gestão te ensinam o necessário é uma boa remuneração e frases motivacionais de efeito. 

Elas não te ensinam o que mais importa: Ter personalidade aderente com a função e estar em estado emocional saudável.

Juntos, esses fatores são responsáveis por 80% de todo o resultado do trabalho.

E adivinha? 87% das empresas só investem em treinamentos técnicos ou aumento de remuneração, de acordo com pesquisa da Endeavor.

Gestores em geral sempre apontam na direção errada… 

Qual o primeiro passo do Cérebro Empresarial, para apontar empresas para direção certa?

Coletamos dados sobre o comportamental de cada pessoa, e cruzamos todos eles, de forma que você passa a entender sua empresa como uma só pessoa, com sua própria mente.

A partir disso, entendemos profundamente como funciona a mente das pessoas que compõem sua empresa, e direcionamos as ações práticas para desenvolver a empresa através das pessoas. 

Ao explicarmos a empresas na ótica do Cérebro Empresarial, é comum que gestores, mesmo os mais tradicionais e com anos tempo de mercado, façam comentários como:

  • “Descobri agora o que realmente falta para o nosso próximo passo”
  • “Nunca tinha visto minha empresa dessa maneira”
  • “Parece que vocês conhecem minha empresa melhor do que eu”

E ao mostrar os resultados para as pessoas do time, recebemos comentários do tipo:

E essa é a ponta do iceberg, olhamos os setores da empresa, pessoas estratégicas para o resultado, a relação entre elas, e a saúde emocional associada ao desempenho.

Agora eu quero que você faça um exercício de imaginação comigo. 

É uma segunda feira qualquer, você acorda às 8h, toma seu café da manhã.

Abre seu computador e começa o trabalho normalmente.

Minutos depois, inicia a reunião de alinhamento da semana.

Dessa vez, você sabe exatamente o que precisa fazer para sua empresa se desenvolver, sabe o que dizer para o time, sabe como eles vão reagir.

Você já ajustou a empresa, agora cada um do seu time está mais feliz e produtivo por estar na execução das atividades que possuem aptidão.

Está leve, esperançoso com os primeiros resultados que começam a surgir.

Você sabe que começou a acertar, e que agora é só questão de tempo para sua empresa decolar.

Seria bom passar por isso? Imagino que sim.

É isso que você ganha ao ajustar sua empresa com o Cérebro Empresarial.

Para conhecer mais, de maneira totalmente sem compromisso.

Basta deixar seu nome e email no formulário abaixo, e nosso time explicará em no máximo 30 minutos como o Cérebro Empresarial se encaixa no seu contexto.

Se você alguma vez já se perguntou o que fazer para desenvolver sua empresa, ou não soube exatamente o que fazer para que seu time entregue mais e seu negócio decole.

Não tenha mais dúvidas com o Cérebro Empresarial.

Garanto que a resposta para essas questões pode mudar sua realidade, e valem bem mais que 30 minutinhos do seu tempo.

Preencha o formulário abaixo.

Quero conhecer o Cérebro Empresarial!

Compartilhe com seus amigos

Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on email

The best Upgrade

Escreva para a gente

Endereço

Rua México, 31 - Centro - Rio de Janeiro - RJAv. Ibirapuera, 2033 - Andar 8 - Moema - São Paulo - SPTyrol Business Center, 800, sala 603 - Tirol - Natal - RN